Artigos



(2019) A Recursividade na Comunicação: uma abordagem interpretativa


Revista: GEMInIS (Qualis A4)
Resumo: Na medida em que as máquinas se tornam autônomas é necessário comunicar-se com elas. Uma forma do profissional de comunicação exercer o pensamento crítico sobre elas, é analisar seus algoritmos. O método de investigação utilizado foi a hermenêutica filosófica, cujo estudo identificou um padrão de repetição em determinadas situações que já foram amplamente explicadas pelas teorias da comunicação. Como conclusão, acredita-se que o estágio atual é de recursividade na comunicação.


(2018) O Áudio na Internet: estado da arte em 10 anos de evolução


Anais Intercom: 41º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação
Resumo: A evolução tecnológica em recursos sonoros promove novas alternativas de produção de conteúdo e torna relevante seu registo e análise sob as perspectivas técnica e cultural. O Áudio na Internet é um estudo iniciado em 2004 e teve sua publicação em 2008 no formato de livro impresso. O ano de 2018 representa o marco de 10 anos desta publicação e este artigo propõe apresentar o estado da arte sobre os codecs e formatos sonoros digitais para produção de conteúdo multimídia na atualidade, analisando seus contextos culturais e as transformações produzidas por eles no mundo da gravação sonora e da rede nos últimos anos.


(2018) Mapas de Conhecimento Estruturado com Gamificação: abordagens sobre ensino e aprendizagem


Anais Intercom: 41º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação
Resumo: Os métodos de ensino e aprendizagem representam um tema sempre atual porque as constantes mudanças culturais na sociedade, provocadas principalmente pelo uso de novas tecnologias, promovem novos desafios em sala de aula. A proposta deste artigo é apresentar a relação entre os Mapas de Conhecimento Estruturado e a Gamificação como ferramenta de auxílio ao professor e ao aluno em suas missões diárias da educação, no contexto em que a oferta de informação é exaustiva, e as vezes até desestimulante, devido à sua sobrecarga.


(2017) Comunicação com a Máquina e Redes na Publicidade


Revista: Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación (ALAIC) - Qualis B1
ResumoO objetivo deste artigo é promover a discussão sobre a necessidade da oferta de disciplinas em computação e cibercultura nos cursos de Publicidade e Propaganda. Foram analisadas grades curriculares das consideradas as melhores do Brasil, segundo o Guia do Estudante de 2015 e também ações publicitárias que utilizam tecnologia para estabelecer comunicação com o público alvo, como Machine Learning, Realidade Virtual, Realidade Aumentada e JavaScript. Foi constatado que a publicidade é tecnológica e que os cursos de graduação não estão preparando o futuro publicitário para lidar com este cenário tecnológico. Ao final, propõe-se como os assuntos poderiam ser trabalhados nas disciplinas.


(2016) Teaching and Learning with Structured Knowledge Maps: An Analysis about the New Approach


Revista (Journal)Creative Education - Qualis A2

Resumo (Abstract)The aims of this paper are to present two methods combined for teaching and learning processes based on the Categories Theory and Knowledge Maps, and to invite the academic community, in different areas of knowledge, particularly in education, to reproduce the experiment in order to support the results, contributing to its maturity and its continuous improvement. In the end, we present a case study for an undergraduation course and discuss the results presenting a model for a digital ecosystem with web and mobile applications.

(2016) Evitando o Estresse e a Sobrecarga Cognitiva com uso de Métodos Efetivos de Aprendizagem e Retenção de Conhecimento: MCE e MMEEBB/CME

Congresso: VII Congresso Mundial de Estilos de Aprendizagem - Livro de Atas (P. 2380)

Resumo: A pesquisa realizada teve como foco principal a aplicação de dois métodos no processo de ensino e aprendizagem para minimizar significativas dificuldades enfrentadas pelos alunos no processo de aprendizagem, entre elas: o estresse e a sobrecarga cognitiva. Os métodos aplicados para tornar a aprendizagem efetiva e permanente foram: Mapas de conhecimento estrututurado (MCE), os quais não deixa o aluno passar para um novo conhecimento sem que o anterior esteja preenchido e controla o conteúdo que é administrado para que não tenha sobrecarga cognitiva e estresse. O outro método a ser inserido é o Método de memorização exponencial efetivo na base binária (MMEEBB), este método estrutura um esquema de intervalo de memorização, através da Curva de memorização efetiva (CME), gerada pelo Intervalo de Reforço de Aprendizagem (IRA), para que o aluno não esqueça o conhecimento que foi aprendido.


(2014) Mapas de Conhecimento Estruturado: proposta de uma nova abordagem metodológica de ensino e aprendizagem

Revista: Educere et Educare - Qualis B2

Resumo: O objetivo deste artigo é ampliar a divulgação de um método de ensino e aprendizagem, baseado na Teoria de Categorias e Mapas de Conhecimento, no intuito de apresentar a proposta e convidar a comunidade acadêmica de várias áreas do conhecimento, em especial a de educação, para reproduzir o experimento a fim de corroborar a proposta, contribuindo para amadurecimento e aperfeiçoamento contínuo.

(2013) Publicação Eletrônica: a linguagem do e-book na hipermídia

Revista: GEMINiS UFSCar - Qualis B2

Resumo: O e-Book é um ambiente virtual e os formatos ePub e Daisy são um conjunto de arquivos interconectados, com potencial de utilização de fontes externas de informação, o que os tornam uma hipermídia. O objetivo deste artigo é apresentar os primeiros resultados sobre a utilização do quadro metodológico de planejamento do conteúdo audiovisual na edição de e-Book. Verificou-se que, assim como na web, os formatos ePub e Daisy, e em especial o primeiro, possui o potencial de utilização de recursos audiovisuais que podem fazer do resultado extrapolar a linguagem tradicional do livro impresso, tornando-os multimídia. Surge então o questionamento sobre o papel do editor de e-Book enquanto publicação eletrônica baseado no hipertexto, que assemelha-se com o de um roteirista para hipermídia.

(2012) O Podcast como Promotor dos Multiletramentos na Sociedade Contemporânea

Revista: Sonora Unicamp - Qualis B3

Resumo: Com a utilização de diferentes aparatos tecnológicos no cotidiano é natural que outras formas de aprendizado surjam, mesmo que de forma não consciente. O celular e a internet fazem parte da realidade de muitos alunos e utilizar meios alternativos de comunicação para promover o aprendizado pode ser estimulante pois permite que conhecimento seja construído com a colaboração do professor e do aluno em produções audiovisuais, cujo resultado pode ser distribuído na própria internet e visualizado pelo computador ou celular. Este artigo tem os objetivos de apresentar o podcast como promotor de multiletramento e auxiliar o professor na utilização do Windows Movie Maker para produzir podcasts vídeo.


(2011) Recepção e Fruição de Conteúdo Audiovisual para Web

Revista: Sonora Unicamp - Qualis B3
Congresso: Intercom 2011

Resumo: Avaliar a necessidade de sonorização de website é algo que depende exclusivamente do ponto de vista do autor, porém a forma de disponibilização dos elementos de comunicação nem sempre estimula o destinatário da mensagem a correta fruição do conteúdo. Visto essa problemática, foi aplicada uma pesquisa quantitativa em território nacional para identificar a capacidade tecnológica e cognitiva do brasileiro relacionada à recepção e fruição do conteúdo audiovisual em ambiente web. Foram 821 voluntários, de várias regiões do país. O áudio, em sua utilização básica, pode ser aplicado de várias formas na web. Porém, existe a dificuldade da sua aplicação correta para que ele não seja percebido como um ruído, pois foi verificado que se repetido constantemente ou disparado automaticamente, será rejeitado por muitas pessoas.

(2010) O planejamento audiovisual em websites

Revista: Caderno da Pós-Graduação Unicamp - Qualis B5

(2010) Website Aural: aplicações sonoras com CSS 2

Revista: Sonora Unicamp - Qualis B3

Resumo: Esse artigo tem por objetivo apresentar mais uma forma de se trabalhar com o áudio nos websites, como elemento integrante das páginas, utilizando-se das regras de estilos, conhecidas por CSS (Cascading Style Sheets). Assim, torna-se possível uma comparação com outros tipos de utilização de recursos sonoros na Internet e que se complementam, sem prejudicar a usabilidade e navegabilidade do site para a realidade brasileira.

(2010) O planejamento de conteúdo sonoro nos websites

Congresso: Intercom 2010